May 5, 2005

rewind.

estive a rever o glooka desde o primeiro post. numa primeira observação deixei-me apenas navegar solto, sujeito aos estímulos visuais, numa fruição semi-bêbada por entre continuidades e quebras, cores, formas e manchas de texto, quase com aquele olhar semi-cerrado do pintor a observar o espaço. Depois, com mais cuidado, deixei correr os posts, observei as fotografias e li os textos, reconheci os momentos e as sensações que me levaram a fazer isto ou aquilo, observei a junção de trabalhos com alguns anos a objectos feitos no instante, sorri com as abordagens superficiais a determinados conceitos, muitos deles de duvidosa aplicação. embora sendo um blog eminentemente visual o glooka acaba por ser mais significativo para mim exactamente pelo oposto; aqui deixo de parte a visão clássica do designer sobre o texto, o texto como simples mancha (umas grandes aspas neste simples) , sujeito a grelhas, submetido a fontes e entrelinhamentos. aqui "tenho" que escrever... e pior, selecciono e edito o que escrevo. encontrei textos mauzitos mas também encontrei coisas que me agradaram . um blog é realmente, e contra a minha primeira ideia, uma ferramenta interessante, com mil e uma aplicações e com uma grande capacidade comunicacional que vou continuar a explorar.

e agora de volta ao vermelho, ao vermelho formal. qualquer significado surgirá na altura apropriada.


2 comments:

jorge said...

e eu continuarei a passar por cá!

glooka said...

cool!arigato.